Gravidade de SRAG/Covid v2

Gravidade de SRAG/Covid v2

Gravidade de SRAG/Covid-19 v2


O protocolo Gravidade de SRAG/Covid-19 v2 tem como objetivo apresentar os cálculos de prognóstico de tratamento e de risco de o paciente estar com Covid-19. Os cálculos são realizados com base nos parâmetros dos protocolos Avaliação de SRAG/Covid-19 v2, Pressão Arterial, Comorbidades, Hemograma e Tomografia. Uma vez que os dados são informados nos protocolos supracitados, os parâmetros Prognóstico e Risco apresentarão suas classificações.


Caso não tenha sido carregado o protocolo de Avaliação de SRAG/Covid-19 v2 o protocolo Gravidade de SRAG/Covid-19 v2 apresentará uma mensagem, como demonstrado na imagem abaixo, para que facilite a inserção dos protocolos que fornecem dados para os cálculos, a saber: Avaliação de SRAG/Covid-19 v2Pressão Arterial e Comorbidades.



A partir do momento que são informados os sinais vitais e os sintomas do paciente o prognóstico e o risco começam a ser calculados, como pode ser visto na imagem abaixo, e estes sinais e sintomas, bem como as comorbidades que influenciam nos cálculos são listados no protocolo afim de facilitar que os agentes de saúde possam identificá-los de maneira mais efetiva.




Parâmetros


Prognóstico

O parâmetro Prognóstico estima o prognóstico de tratamento do paciente a partir de seus sinais vitais, sintomas e exames. A imagem abaixo ilustra a apresentação do prognóstico que pode variar entre Bom, Regular ou Ruim. 




O prognóstico é estimado somando-se cada um dos sinais, sintomas e exames com seus seus pesos para o contexto do COVID-19. Quanto maior o valor total, pior é o prognóstico. Abaixo são apresentadas as variáveis que compõem o cálculo com seus respectivos pesos: 

  • Febre 12,3%

  • Cefaleia 3,82%

  • Tosse 19,04%

  • Frequência Respiratória 5,25%

  • Sintomas Gastrointestinais 1,41%

  • Mialgia 4,19%

  • Diabetes Mellitus 3,26%

  • Hipertensão Sistêmica 2,01%

  • Cardiopatia Crônica 5,17%

  • Dímero-D 5,76%

  • Vidro Fosco 20,4%

  • Anosmia 7,14%

  • Ageusia 7,14%


É importante ressaltar que estes os pesos dos variáveis acima são provenientes de estudos científicos e que a medida que sejam coletados mais dados a Mindify poderá sugerir ao comitê médico autor deste protocolo eventuais ajustes. Cabe então ao comitê avaliar se os ajustes são cabíveis e se forem serão aplicados ao software.


Risco

O parâmetro Risco classifica o risco de o paciente estar infectado por COVID-19. Este risco pode ser Baixo, Médio ou Muito Alto, conforme ilustrado abaixo. 




A classificação do risco se dá quando o paciente atende os pré-requisitos listados abaixo.

Risco baixo:
  1. Febre acima de 37,7ºC e SpO2 entre 90% e 95% ou;
  2. Febre acima de 37,7ºC e Frequência Respiratória entre 20 e 25 ipm ou;
  3. Febre acima de 37,7ºC e Pressão Arterial entre 100/70 e 90/60 mmHg.

Risco médio:
  1. Febre acima de 37,7ºC por 3 dias ou mais e SpO2 abaixo de 90%;
  2. Febre acima de 37,7ºC por 3 dias ou mais e Frequência Respiratória acima de 25 ipm;
  3. Febre acima de 37,7ºC por 3 dias ou mais e Pressão Arterial abaixo de 90/60 mmHg.

Risco muito alto:
  1. Febre acima de 37,7ºC por 3 dias ou mais, SpO2 abaixo de 90% e Frequência Respiratória acima de 25 ipm;
  2. Febre acima de 37,7ºC por 3 dias ou mais, SpO2 abaixo de 90% e Pressão Arterial abaixo de 90/60 mmHg.

Ressalta-se que os critérios de classificação de risco acima são provenientes de estudos científicos e que a medida que sejam coletados mais dados a Mindify poderá sugerir ao comitê médico autor deste protocolo eventuais ajustes. Cabe então ao comitê avaliar se os ajustes são cabíveis e se forem serão aplicados ao software.



    • Related Articles

    • Comorbidades SRAG/COVID-19

      Objetivo O protocolo Comorbidades SRAG/Covid-19 auxilia o médico ou enfermeiro a destacar algumas das patologias que têm maior correlação ao COVID-19. Trata-se de um resumo sendo que para cada uma das comorbidades é possível aplicar outros protocolos ...
    • Combate ao COVID-19

      Sobre a Mindify A Mindify se aliou à lideranças médicas para automatizar protocolos específicos para o combate à SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), associada ou não à COVID-19. O resultado é um software contendo protocolos automatizados que ...
    • Hemograma SRAG/COVID-19

      Objetivo O protocolo Hemograma para COVID-19 auxilia o médico ou enfermeiro a a registrar os principais componentes sanguíneos correlatos ao COVID-19.  Parâmetros Leucócitos totais  Informe o valor dos leucócitos totais do exame de sangue, conforme ...
    • Tomografia computadorizada SRAG/COVID-19

      Objetivo O protocolo Tomografia Computadorizada SRAG/COVID-19 auxilia o médico ou enfermeiro a registrar o resumo do laudo da tomografia torácica. Os dados são registrados na forma de cliques em opções pré-selecionadas, detalhes podem ser adicionados ...
    • Fila de espera de atendimentos

      Fila de espera A fila de espera de atendimentos mostra ao médico, devidamente identificado e autorizado, quais são os pacientes que estão aguardando atendimento dentro do hospital ou clínica em ordem de prioridade.  Para visualizar a lista de espera ...